Não havia tantas mortes há 24 dias, mas número de novos casos é o mais baixo desde 14 de junho – Observador

body.premium-user #scml { display: none;
}
#scml { background: #f3f3f3; padding: 20px; margin-bottom: 35px;
}
#dark #scml { background: #262626;
}
#scml .scml-wrapper p { font-size: 16px; line-height: 23px; margin: 0 0 16px;
}
#scml .scml-wrapper svg { width: 109px; height: 34px;
}
#scml .scml-wrapper .cls-1 { fill: #a90a2e;
}
#scml .scml-wrapper .cls-2 { fill: #1d1d1b;
}
#dark #scml .scml-wrapper .cls-2 { fill: #ddd;
}

Há precisamente 24 dias que não se registava um número tão alto de vítimas mortais da pandemia em Portugal. A 6 de junho, morreram oito pessoas — o mesmo número que esta terça-feira foi divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS) no seu boletim diário. O número total de mortes por Covid-19 sobe assim para 1.576.  Em contrapartida, não havia um número tão baixo de novos casos desde dia 14 deste mês, quando se registaram 227 novas infeções: nas últimas 24 horas, registaram mais 229 casos da doença, fazendo subir para 42.131 o número total.

Também o número de recuperados regista aumentos de dia para dia. Mais 300 pessoas recuperaram da Covid-19 nas últimas 24 horas, em Portugal. De acordo ainda com o boletim da DGS, há mais duas pessoas em internamento do que havia na segunda-feira, sendo que estes dois doentes se encontram em unidades de cuidados intensivos.

À semelhança do que tem acontecido nos últimos dias, é Lisboa e Vale do Tejo a registar a maioria dos novos casos. Das 229 infeções em todo o país, 188 foram identificadas nesta região — uma percentagem de 82%. Segue-se o Norte com mais 20 casos, o Centro com mais 10, Alentejo com mais 15, Algarve com mais 3 e Madeira com mais um caso — o que já não acontecia deste 21 de junho. Os Açores continuam sem registar novas infeções.

Portugal com 229 novos casos. Há mais 8 mortes, o maior número desde 6 de junho

O mesmo acontece com as vítimas mortais. Das oito, cinco foram registadas em Lisboa e Vale do Tejo. O Alentejo registou duas — a primeira vez desde o início da pandemia — e o Norte uma.

Na região de Lisboa e Vale do Tejo, a maior parte dos novos casos concentra-se no concelho de Sintra (54), no concelho de Lisboa (49), no concelho da Amadora (31) e em Vila Franca de Xira (23). O concelho do Porto não registou nenhuma infeção nas últimas 24 horas. Os 20 casos registados no Norte estão espalhados por vários concelhos da região, sendo que Santa Maria da Feira é o que concentra mais novos casos, com quatro.

No Centro, Coimbra, Ovar e Pombal são os concelhos com o maior número de novos casos na região Centro, registando cada um deles dois casos, segundo o boletim da DGS.

No Algarve, é Albufeira, com três casos, a ser o concelho com mais novas infeções. No Alentejo, é o concelho de Reguengos de Monsaraz que concentra a maior parte dos novos casos — que diz respeito ao surto identificado num lar.